Veneza: Abdellatif Kechiche divide opiniões com Mektoub, My Love: Canto Uno

71495114_Tunisian-film-director-Abdellatif-Kechiche-center-with-actors-Shain-Boumedine-right-and-Haf

 

por Janaina Pereira, de Veneza

 

Entre vaias e aplausos, o cineasta Abdellatif Kechiche, vencedor da Palma de Ouro em Cannes em 2013 com A Vida de Adele, foi o foco desta quinta (7) no Festival de Veneza. Seu novo  filme, Mektoub, My Love: Canto Uno, foi até bem recebido por parte da critica, mas também ganhou as suas vaias – nada, no entanto, comparado ao fiasco de e, de Darren Aronofsky, na sessão da imprensa.

O filme conta a história de um jovem que faz a transição da adolescência para a vida adulta e descobre o amor e a liberdade. Mais uma vez Kechiche foca em explorar as formas das atrizes de seu filme, como já acontecera em A Vida de Adele e que gerou toda a polemica em torno de seu comportamento – afinal, o que ele faz é mesmo arte ou ele explora as atrizes?
 
Na coletiva de imprensa, ele fugiu de outro tema polêmico: a venda de sua Palma de Ouro para financiar a nova produção. O diretor também não dará entrevistas individuais, nem participara da divulgação do filme em Veneza. Sua presença por aqui se limitou a coletiva e premiére.
 
A 74 edição do Festival de Veneza termina nesta sexta (8) e os vencedores serão anunciados no sábado (9).
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s